Traduzir Esta Página

grafico

O QUE É EMPREENDEDORISMO?


É o processo de iniciativa de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes. É um termo muito usado no âmbito empresarial e muitas vezes está relacionado com a criação de empresas ou produtos novos, normalmente envolvendo inovações e riscos.

Pessoas como Bill Gates e Steve Jobs são consideradas empreendedoras por terem inovado no ramo da tecnologia, como no desenvolvimento de Sistemas Operacionais, no caso de Bill Gates.

O empreendedorismo está muito relacionado com a questão de inovação, na qual há determinado objetivo de se criar algo dentro de um setor ou produzir algo novo. Diversas startups, por exemplo, inovam-se dentro de um setor existente. Uma grande startup hoje, que teve inovações dentro de um setor existente, é a Uber, que deu novas possibilidades no mercado dos táxis.

Conceito

O conceito "Empreendedorismo" foi popularizado pelo economista Joseph Schumpeter, em 1945, como a base de sua teoria da Destruição Criativa. Segundo Schumpeter, o empreendedor é alguém versátil, que possui as habilidades técnicas para saber produzir, e capitalista, que consegue reunir recursos financeiros, organizar as operações internas e realizar as vendas da sua empresa.

 De fato, Schumpeter chegou a escrever que a medida para uma sociedade ser considerada capitalista é saber se ela confia seu processo econômico ao homem de negócios privado.

Mais tarde, em 1967, com Kenneth E. Knight, e, em 1970, com Peter Drucker, foi introduzida ao empreendedorismo a ideia da necessidade de arriscar em algum negócio para montar uma organização. Já em 1985, com Gifford Pinchot III, foi introduzido o conceito de intra-empreendedor, ou seja, uma pessoa empreendedora, mas que trabalha dentro de uma organização.

Para Frank (1967) e Peter Drucker (1970), o empreendedorismo refere-se a assumir riscos. Schumpeter amplia o conceito, afirmando que "o empreendedor é a pessoa que destrói a ordem econômica existente graças à introdução no mercado de novos produtos/serviços, pela criação de novas formas de gestão ou pela exploração de novos recursos, materiais e tecnologia".

Assim, os empreendedores "não são simplesmente provedores de mercadorias ou de serviços, mas fontes de energia que assumem riscos em uma economia em constante transformação e crescimento." (CHIAVENATO, 2007, p.18).

Uma das definições mais aceitas hoje em dia é dada pelo estudioso Robert D. Hisrich, em seu livro “Empreendedorismo”. Segundo ele, "empreendedorismo é o processo de criar algo diferente e com valor, dedicando tempo e esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes e recebendo as consequentes recompensas da satisfação econômica e pessoal".

DEFINIÇÃO

Empreendedorismo é o principal fator promotor do desenvolvimento econômico e social de um país. O papel do empreendedor é identificar oportunidades, agarrá-las e buscar os recursos para transformá-las em um negócio lucrativo.

Em 1993, Regina Silvia Pacheco faz um dos primeiros usos da palavra "empreendedorismo" na língua portuguesa, referindo-se às novas estratégias econômicas adotadas, até então, em cidades estrangeiras.

O empreendedor tem como característica básica o espírito criativo e pesquisador. Ele está constantemente buscando novos caminhos e novas soluções, sempre tendo em vista as necessidades das pessoas. A essência do empresário de sucesso é a busca de novos negócios e oportunidades, além da preocupação com a melhoria do produto.

Mario Manhães Mosso, porém, volta à definição original de empreendedor, do grego, "condutor", mostrando que o empreendedorismo tem mais chances de sucesso por meio do empresarismo. Isso quer dizer: não basta o gosto por assumir riscos, é importante um comportamento de empresário, que organiza, planeja e estuda profundamente o assunto para ter uma atividade com sucesso consistente. Por isso ele distingue empreendedorismo de empresarismo e afirma que a mistura é mais saudável e promissora.

Pesquisas recentes realizadas nos Estados Unidos mostram que o sucesso nos negócios depende principalmente de nossos próprios comportamentos, características e atitudes, e não tanto do conhecimento técnico de gestão quanto se imaginava até pouco tempo atrás.

No Brasil, apenas 14% dos empreendedores têm formação superior e 30% sequer concluíram o ensino fundamental; enquanto que nos países desenvolvidos, 58% dos empreendedores possuem formação superior. Quanto mais alto for o nível de escolaridade de um país, maior será a proporção de empreendedorismo por oportunidade.  De acordo com dados do Global Entrepreneurship Monitor, em 2011, o Brasil tinha 27 milhões de adultos entre 18 e 64 anos que já possuíam ou estavam começando seu próprio negócio – o que representa 1 empreendedor a cada 4 adultos brasileiros. Esses dados levaram o Brasil a uma posição destacada de terceiro país mais empreendedor dentre os 54 países estudados. Outro dado interessante encontrado pelo Ipea, uma agência do governo, é que 37 milhões de trabalhos no Brasil estavam associados a negócios acima de 10 funcionários.

 

 

 

ALGUNS EMPREENDEDORES DE SUCESSO 

1. Abilio Diniz

Admirado no meio empreendedor pela sua capacidade de enfrentar problemas com humildade e tolerância, Abilio Diniz tem em sua trajetória profissional a passagem pelo Conselho do Grupo Pão de Açúcar, no qual atuou durante anos, e a atual presidência do Conselho de Administração da BRF. Além do seu site, Abilio frequentemente fala sobre como empreender e crescer profissionalmente em seu Twitter e em sua página no Facebook.

2. Bill Gates

Nascido em Seattle, nos EUA, Bill Gates se tornou um dos mais bem-sucedidos empreendedores de todo o mundo ao fundar, ainda bem jovem, a Microsoft, que é um das mais importantes empresas de software do planeta. Graças ao seu pioneirismo e visão de negócio, ele possui hoje uma fortuna avaliada em aproximadamente 50 milhões de dólares, porém isso jamais o tornou indiferente às causas sociais. Gates é conhecido por patrocinar e investir em ações em prol dos direitos humanos. Você pode acompanhar tanto o seu trabalho como seu ativismo em seu site, e Twitter.

3. Mark Zuckerberg

O idealizador e fundador da rede social mais importante da atualidade, o Facebook, tem o seu sucesso profissional atribuído a um fator essencial: dedicação. Persistente, ele fez de seu trabalho sua vida e transformou sua empresa em um dos melhores lugares para se trabalhar e construir uma carreira promissora. Em seu perfil, Mark fala sobre seu trabalho e sobre o que acontece na rede, permitindo que o usuário acompanhe todas as novidades que surgem.

4. Guy Kawasaki

Fundador da Alltop, é uma das personalidades de maior influência e sinônimo de inovação no Vale do Silício, EUA. Guy Kawasaki sempre oferece informações preciosas e dicas fundamentais sobre tecnologia, inovação e empreendedorismo para aqueles que acompanham seu trabalho em seu Twitter e blog.

5. Luiza Helena Trajano

Fundadora do Magazine Luiza e uma das mais importantes representantes do comércio brasileiro, Luiza Helena Trajano solidificou com sucesso o nome de sua empresa. Sempre humilde e decidida, ela afirma que começamos a solucionar nossos problemas quando resolvemos parar de reclamar. Em seu Twitter, você encontra muito mais sobre ela e seus planos.

6. Romero Rodrigues

Apesar de jovem, Romero se destacou no mercado como fundador e CEO da empresa Buscapé. Mesmo encontrando diversos obstáculos, ele nunca deixou de acreditar no modelo da sua empresa até que ela se tornasse uma das maiores do segmento no país. Em seu site e Twitter, ele orienta novos empreendedores a lidar com dificuldades e contratempos inerentes ao mundo dos negócios.

7. Fabio Seixas

Empreendedor, analista de sistemas e cocriador do Camiseteria, site de venda de camisetas com estampas diferencias, Fabio usa seu bloge sua conta no Twitter para dar dicas e conselhos para que está interessado em investir em design e no universo das startups.

8. Marie Forleo

Mixando energia e impetuosidade, Marie Forleo é uma guru do empreendimento, destacando-se pelas suas habilidades com negócios. Entre as grandes personalidades que reconhecem seu talento, está Oprah Winfrey, que a aponta como um exemplo de liderança para as próximas gerações. 

10 livros sobre empreendedores brasileiros para se inspirar.

November 17, 2017

 

Selecionamos algumas obras que falam de empresários nacionais e farão você querer abrir seu próprio negócio. Confira:

 1 — Pense Simples

 Hoje, temos milhares de empresários que sonham em fazer uma única coisa: inovar. Mas como começar? Como você sabe o que fazer ou que rumo tomar para realizar algo que vai tocar a vida das pessoas e mudar o seu mercado?

 Gustavo Caetano aprendeu a enxergar problemas pequenos, mas que precisam de solução imediata, e a mudar o rumo do seu negócio para continuar crescendo: a Samba Tech.

 Neste livro, você vai aprender como o fracasso pode moldar a mentalidade para o sucesso; o que compõe o DNA inovador; qual é a lógica da simplicidade para estimular a inovação; A importância de ser ágil e leve para se manter com alto potencial inovador; A não acreditar no “sempre foi assim”.

 Pense Simples
Autor: Gustavo Caetano
Editora: Gente

 2 — Seu Sonho tem Futuro

 Você vê pessoas que vivem dos seus sonhos e não imagina como se tornar uma delas? Sente medo, despreparo ou insegurança quando pensa em começar um novo negócio? Você acha que sonhar alto é arriscado e não é para você?

Candice Pascoal, CEO e fundadora da plataforma Kickante, site brasileiro de financiamento coletivo/crowdfunding, veio para responder essas perguntas e outras. A verdade é que muitos sonham, mas poucos sabem como colocar sua ideia em prática de maneira fácil e sem riscos. Nesta obra, você encontrará dicas, segredos de sucesso e muitas orientações.

 Seu Sonho tem Futuro
Autora: Candice Pascoal
Editora: Gente

 3 – Sem Limites – A História da Netshoes

 O livro “Sem Limites – A História da Netshoes” conta a história de dois primos de ascendência armênia, Marcio Kumruian e Hagop Chabab, que em 2000 abriram uma loja de calçados na rua Maria Antônia, na capital paulista, e a transformaram na maior varejista digital de itens esportivos da América Latina.

A Netshoes fatura hoje mais de 2 bilhões de reais e emprega mais de 2 mil colaboradores. O livro conta como se deu a migração da loja de rua para o comércio eletrônico, os sucessivos desafios superados pelos primos, das conversas para a compra da plataforma de e-commerce com os americanos, sem que nenhum dos sócios falasse inglês, à montagem do primeiro centro de distribuição automatizado. Saiba mais: O que é e-commerce e por que este setor cresce a cada dia? A Tray explica Patrocinado 

“É inspirador ver o quão longe um empreendedor brasileiro pode chegar”, afirma Gomes, da Rock Content. “O livro e a trajetória da Netshoes são o maior case recente de uma empresa brasileira que cresceu e escalou em alta velocidade, resultando no seu IPO.”

 Sem Limites – A História da Netshoes
Autor: José Eduardo Costa
Editora: Gente

 4 – Nada Easy

 Tirar uma ideia do papel é uma arte; fazer isso em um cenário hostil como o mercado brasileiro, é quase impossível. Escalar seu negócio, crescer exponencialmente é o sonho de todo empreendedor, porém, como fazer isso?

No livro “Nada Easy”, Tallis Gomes, fundador da Easy Taxi e da Singu, apresenta o passo a passo das etapas para validar de forma correta a sua ideia, abrir seu empreendimento e fazê-lo crescer, sem desperdiçar tempo e recurso produzindo algo pelo qual as pessoas não pagariam. Tallis já foi listado pela revista Forbes como um dos 30 jovens mais transformadores do Brasil, eleito o Young Leader of The Year nos EUA e eleito pelo MIT um dos jovens mais inovadores do país.

“A maior qualidade de um empreendedor é não ter medo de errar, tomar riscos e de eventuais fracassos. Quando observo o Tallis [Gomes], percebo nele essas qualidades”, afirma José Mendes, fundador do Hotel Urbano.

Nada Easy

Autor: Tallis Gomes
Editora: Gente

 5 – Sonho Grande

 Os brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira ganharam uma projeção sem precedentes no cenário mundial.

Nos últimos anos, os empreendedores compraram nada menos que três marcas americanas conhecidas globalmente: Budweiser, Burger King e Heinz. Isso transformou os sócios em personalidades muito admiradas pelos brasileiros – especialmente pelos que empreendem.

Sonho grande é o relato detalhado dos bastidores da trajetória de Lemann, Sicupira e Telles desde a fundação do banco Garantia, nos anos 70, até os dias de hoje. Todas as suas transações costumam ocorrer na mais absoluta discrição, com um esforço para ficar longe dos holofotes.

Ao mesmo tempo, os três aplicam uma fórmula de gestão que se baseia em meritocracia, simplicidade e busca incessante por redução de custos no seu grupo de empresas e investimentos – conhecido como 3G. Para quem se inspira no estilo de gestão do empreendimento, está aí uma boa dica de leitura.

 Sonho grande

Autora: Cristiane Correa
Editora: Primeira Pessoa

 6 – #VQD – Vai que dá!

O livro “#VQD– Vai que dá! Dez histórias de empreendedores que transformaram sonhos grandes em negócios de alto impacto” reúne a origem de donos de negócios que estão transformando o Brasil com os resultados dos seus empreendimentos.

Suas histórias, comentadas por mentores que acompanharam de perto seus desafios, mostram que não há um caminho definido para o sucesso que possa ser explicado por teorias e manuais. As trajetórias de cada um deles seguem um caminho próprio, que se cruzam apenas no brilho nos olhos com que cada um fala de sua jornada e de sua capacidade para resolver problemas da sociedade.

O exemplo desses empreendedores tem o enorme poder de inspirar e motivar aqueles que querem encontrar os seus próprios caminhos no mundo do empreendedorismo.

 #VQD – Vai que dá!
Autor: Joaquim Castanheira
Editora: Portfolio-Penguin

 7 – A Decolagem de Um Grande Sonho

 “A Decolagem de Um Grande Sonho” é um divisor de águas e uma referência única sobre a história, criação e motivações para o surgimento de uma das maiores e mais sólidas empresas brasileiras da atualidade: a Embraer.
Narrado por Ozires Silva, a obra percorre a singular história da Embraer sob a ótica daquele que, ainda em infância, sonhava com a decolagem de um grande sonho. É uma leitura que oferece um conteúdo para inspiração e reflexão de futuros e atuais empreendedores.

 A Decolagem de Um Grande Sonho
Autor: Ozires Silva
Editora: Campus

 8 – Antonio Ermírio de Moraes

 Antonio Ermírio de Moraes foi um dos maiores e mais importantes empreendedores do Brasil. Líder do Grupo Votorantim, sua grande lição foi a generosidade, segundo o autor e amigo José Pastore.

Nesta biografia, Pastore aborda a vida de Moraes: da infância em São Paulo e do envolvimento intenso com o trabalho às relações com a política e com a arte, a qual mudaria ser jeito de ser. Já sobre o Grupo Votorantim, a obra discorre sobre como a corporação passou por diversos momentos econômicos, com transições de moedas e surgimento de crises.

Mesmo assim, conseguiu crescer e se manter sob o controle da família: com a direção de Antonio Ermírio de Moraes, o Grupo Votorantim se tornou o que é hoje.

 

Antonio Ermírio de Moraes
Autor: José Pastore
Editora: Planeta

 

9 – Novos caminhos, novas escolhas

 Abilio Diniz é um dos maiores empreendedores do Brasil. Como empresário, construiu o Grupo Pão de Açúcar, enfrentou crises pessoais e profissionais e, depois, deu a volta por cima. Apenas em 2013 Abilio Diniz se afastaria da empresa que ajudou a fundar. Neste livro, ele narra pela primeira vez suas lutas recentes e os novos caminhos que descobriu nos últimos anos.

 

Novos caminhos, novas escolhas
Autor: Abilio Diniz
Editora: Objetiva

 

10 – Vamos Juntos!

 Renato Saraiva é uma inspiração para quem acha que está muito velho para abrir uma empresa: ele apostou no empreendedorismo aos 40 anos de idade, e em um momento que estava no auge de sua carreira pública: ou seja, tinha estabilidade e um alto salário, mas isso não era o suficiente para ele. Saraiva foi atrás de um sonho e, hoje, fatura R$ 70 milhões e tem três empresas sob seu comando.

A mais conhecida delas é o Complexo de Ensino Renato Saraiva, ou CERS. Hoje, o negócio tem mais de 150 mil alunos ativos e mais de 550 mil estudantes já formados em todo o Brasil.

 

Vamos Juntos!
Autor: Ana Laranjeira
Editora: Gente

 

 

Fonte: Revista EXAME