Traduzir Esta Página

 

Centro de estética é uma empresa que presta serviço de tratamento corporal e facial, através de cosméticos e equipamentos diversificados, cujo objetivo é a reabilitação, relaxamento ou a melhora da estética e de saúde dos clientes.

Os principais serviços ofertados pelo Centro de Estética são a limpeza de pele, tratamento de acne, peeling, hidratação e nutrição facial, rejuvenescimento e revitalização facial, discromia (tratamento para manchas de pele), bronzeamento artificial, tratamento contra flacidez muscular, tratamento de estrias, hidratação e nutrição corporal, clareamento de axilas e virilha, banho de lua, banho de ofurô, clareamento de pelos, depilação, drenagem linfática, podologia, endermologia (tratamento de celulite), massagens corporais (relaxante, antiestresse, redutora, shiatsu) entre outros.

Estética

O mercado de estética, apesar da crise econômica e política que o Brasil atravessa, não tem sido tão abalado quanto o comércio de produtos e demais setores da atividade econômica, devido à preocupação do brasileiro com a estética, a beleza e os cuidados pessoais. Não somente as mulheres, como também os homens têm buscado cada vez mais novos serviços e produtos de beleza.

Existe uma diferença de tratamentos estéticos entre os centros de estética e as clínicas de estética. As clínicas exigem profissionais técnicos responsáveis, como médicos, além do registro em órgão específico, uma vez que neste tipo de empresa realizam-se cirurgia plástica, de eliminação de varizes, botox, dentre outros procedimentos orientados pelo profissional habilitado para tal, neste caso o médico. Já os centros de estética - caso deste conteúdo -, não demandam o profissional técnico responsável, mas recomenda-se que os tratamentos estéticos sejam feitos por profissionais qualificados como esteticistas.

Lembramos ainda que os serviços que serão oferecidos irão variar de acordo com o foco do negócio bem como do seu tamanho e dos profissionais dos quais disponibiliza o empreendimento.

Histórico

A estética se tornou profissão a partir do momento em que os boticários descobriram como usar princípios ativos para melhorar aspectos externos do corpo, como pele e cabelo. A polonesa Helena Rubinstein criou o primeiro salão de beleza do mundo, em 1902, na cidade de Melbourne, na Austrália, a partir do aprendizado obtido com um boticário que a ensinou a desenvolver fórmulas inovadoras e unguentos com fins estéticos. Em 1947, a russa Anna Pegova inaugurou um instituto de beleza em Paris, com várias técnicas estéticas criadas por ela, como o peeling vegetal.

No Brasil, o ramo foi inaugurado por Anne Marie Klotz, brasileira filha de franceses. Ela aprendeu sobre procedimentos estéticos na França e em 1951 inaugurou o Instituto de Beleza France-Bel no Brasil. Anne também foi responsável por criar a a primeira empresa de aparelhos de eletroterapia do país, o que trouxe independência a profissionais brasileiros, que não precisaram mais importar equipamentos.